Ferticel > Perguntas e Respostas

O poder quelante é a propriedade que o fertilizante Ferticel possui de reter elementos metálicos, principalmente os micronutrientes ferro, cobre, zinco e manganês, sequestrando-os, sem que, no entanto, ocorra uma forte combinação a eles. Nessa forma, retidos, esses micronutrientes não são levados pela água da chuva, permanecendo disponíveis às raízes, o que é muito benéfico e desejado. Este é um dos principais diferenciais dos fertilizantes Ferticel, que proporcionam a formação desses quelatos, garantindo as quantidades necessárias em micronutrientes para as culturas.

Os fertilizantes Ferticel, além de possuírem uma série de matérias-primas diferenciadas em sua composição, passam por processos ímpares que asseguram um adubo com características e comportamentos únicos, promovendo melhor fornecimento de nutrientes para planta e maior retenção de água no solo. Alguns desses elementos que constituem o fertilizante Ferticel são fortes melhoradores ou condicionadores do solo, pois influenciam nas suas propriedades. Com o emprego continuado desse adubo se poderá notar esse efeito. Todavia, mesmo no início do uso, já promove um condicionamento imediato dos nutrientes.

Para um bom crescimento das culturas, há necessidade de haver boa relação entre o conteúdo de potássio e a saturação em bases do solo. Um solo com boa saturação em bases é aquele cuja soma de cálcio, magnésio e potássio de seu complexo coloidal está entre 60% e 80%. A saturação em base depende da capacidade de troca catiônica do solo. Logo, a quantidade de adubo potássico a ser empregado nas culturas está relacionada com a capacidade de troca catiônica ou CTC do solo, e com a saturação em bases. O CTC depende da argila e do húmus, sendo que o húmus é 30 vezes mais eficiente que as argilas de tipo caulinita que predominam em nossos solos. O fato é que as matérias-primas e elementos que compõem os fertilizantes Ferticel geram o incremento de húmus ao solo. Cada grama de húmus que o fertilizante Ferticel leva ao solo equivale a 30 gramas de argila, daí uma das razões dos fertilizantes Ferticel proporcionarem melhor aproveitamento do potássio fornecido.

Nos fertilizantes Ferticel, o cátion potássio, que tem carga positiva, se liga às cargas negativas do húmus. Nessa forma dita absorvida, o potássio fica disponível às raízes e, ao mesmo tempo, resistente à lavagem pela água da chuva, que não consegue arrastá-lo para as camadas mais profundas do solo, fora do alcance das raízes.

Quando é realizada a adubação, parte do fósforo aplicado no solo permanece disponível às raízes, e parte é fixado pelos óxidos e hidróxidos de ferro, alumínio e manganês, formando fosfatos insolúveis. Além disso, uma outra parte forma o chamado fósforo orgânico, por ser assimilado por micro-organismos e incorporado à matéria orgânica do solo. À medida que o fosfato solúvel vai sendo absorvido pelas plantas, o equilíbrio tenderá a se refazer pela solubilização do fosfato orgânico, que se dá por meio de micro-organismos e de sistemas enzimáticos. Os fertilizantes Ferticel possuem, em sua composição, matérias-primas que promovem maior formação de fosfatos orgânicos, contribuindo de diferentes maneiras para a manutenção do equilíbrio químico do fósforo no solo, e para um fornecimento mais equilibrado do nutriente durante todo o ciclo da cultura.

As plantas podem crescer com pequenas concentrações de fosfato solúvel, desde que as mesmas sejam constantes durante todo o ciclo vegetativo da cultura. Os fertilizantes Ferticel possuem, em sua constituição, duas formas de Fósforo. A presença de uma dessas formas contribui para o chamado equilíbrio químico do fósforo do solo, pois ela reage com o fósforo solúvel da solução do solo e com o fosfato fixado. O papel dos fertilizantes Ferticel no equilíbrio químico do fósforo no solo é o de liberar esse nutriente em forma solúvel, pela mineralização da matéria orgânica, sempre que houver deficiência, ou, então, reter o fósforo solúvel quando seu conteúdo no solo for elevado. A matéria orgânica, em ultima análise, ajuda a controlar a disponibilidade do fósforo no solo.

Sabe-se que a cada 100Kg de fósforo solúvel dos fertilizantes tradicionais aplicados como adubo no primeiro ano de cultura, apenas 25kg são aproveitados pelas plantas. É por essa razão que as fórmulas desses fertilizantes tradicionais costumam conter maiores proporções de fósforo que nitrogênio e potássio; há fórmulas em que a soma dos teores de nitrogênio e potássio é menor do que a quantidade de fósforo. Aplica-se quatro vezes mais fósforo do que a planta vai absorver pelo fato de ocorrer no solo o fenômeno da fixação, isto é, a reação do fósforo solúvel com o alumínio, ferro e manganês, formando fosfatos insolúveis desses elementos químicos; com isso, haverá menor disponibilidade de fósforo para as raízes.

Os Fertilizantes Fosfatados Ferticel passam por processos diferenciados, além de possuírem, em sua constituição, matérias-primas que promovem a redução na fixação de fosfato solúvel, pelo fato de evitarem o contato direto do adubo com os óxidos hidróxidos de alumínio, ferro e manganês do solo. Essa é uma das razões pelas quais se admite ser o fósforo das adubações fosfatadas tão pouco aproveitado.

As raízes das plantas assimilam o nitrogênio na forma amoniacal (NH4) ou nítrica (NO3), que é uma das formas de nitrogênio encontradas nos Fertilizantes Ferticel. A outra forma necessita ser mineralizada no solo para ser assimilada; isto é uma vantagem, pois ela fica armazenada por algum tempo, tornando-se disponível às raízes durante a cultura. Essa capacidade de liberação gradativa é denominada adubo de disponibilidade controlada. É uma forma de armazenar nitrogênio no solo com menor lixiviação e/ou volatilização.

Experimentos demonstram que os fertilizantes minerais nitrogenados devem ser empregados em duas épocas: no plantio e em cobertura, após a cultura ter seu sistema radicular desenvolvido. No milho, por exemplo, recomenda-se aplicar uma pequena dose de fertilizantes nitrogenados na semeadura e outra dose maior quando a planta estiver com aproximadamente 45 dias. Os fertilizantes Ferticel possuem duas formas de Nitrogênio em sua composição. Uma delas é prontamente assimilada pelas raízes, enquanto a outra é absorvida pela planta apenas quando a primeira forma já foi aproveitada no decorrer da cultura, fazendo uma nutrição com maior disponibilidade no ciclo.